Meu nome é Ruth Rodrigues Mendes Ferreira, sou advogada há 12 anos e há 5 anos faço pesquisas e estudo sobre a humanização do parto e a Violência Obstétrica. Atuo nas áreas cível, de família e atualmente me especializei na atuação na área de Violência Obstétrica. Sou mãe de 2 crianças lindas e advogo por amor à profissão. Nunca me apaixonei pelo universo dos concursos. No final de 2005, me vi grávida, em pleno 8º semestre. Ali, o maior medo da minha família e dos amigos era de não conseguir me formar, já que muitas mulheres têm dificuldades ao estudar e cuidar de um recém-nascido. Mas graças à Deus e minha família, não só consegui me formar com a turma interia, mas também passei no exame de ordem sem ter colado grau, somente com a autorização do reitor, à época o Dr. Thompson Flores. No dia da prova da OAB, muitos colegas fizeram o concurso para o TRF1 e me perguntaram se eu não faria o concurso. Disse que o concurso era uma incerteza e que se eu passasse na OAB eu conseguiria alimentar meu filho mais facilmente. E assim aconteceu. Passei no primeiro exame de ordem e desde então advogo.

MINHA JORNADA: Terminei a faculdade em 2006, tendo passado no exame da ordem sem ter colado grau, com apenas autorização do reitor da faculdade. Estudei no UniCeub – Centro Universitário de Brasília e, desde o início da faculdade, dizia que queria advogar. Estagiei 1 ano e 5 meses no STJ, no Gabinete do Ministro Castro Meira, tendo saído em razão do vencimento do contrato e do nascimento do meu filho. Após isso, trabalhei 3 meses em um escritório de advocacia e percebi que trabalhando sozinha ganharia mais. E desde então, advogo sozinha. Já fiz algumas sociedades que não deram certo e mantenho várias parcerias, afinal, ninguém consegue trabalhar sozinho. Acredito que juntos chegamos mais longe!

Durante a faculdade, fiz estágio voluntário 1 ano e meio no Núcleo de Prática Jurídica de Planaltina/DF desde o 2º semestre. Depois, fiz o meu estágio obrigatório de prática no mesmo núcleo. Atualmente, encontro professores que me orientaram nos corredores e tenho orgulho da profissão que me escolheu!

Fechar Menu